Conservação da Ictiofauna - ENGIE Brasil

Conservação da Ictiofauna

Rio Uruguai (SC) e Rio Iguaçu (PR)

Visando à melhoria do estado de conservação da biodiversidade brasileira, a ENGIE Brasil desenvolve um conjunto de ações relacionadas à conservação da ictiofauna nos Rios Uruguai e Iguaçu.
O projeto contribuiu para a conservação de cinco espécies de peixe endêmicas do Rio Iguaçu - Rhamdia branneri, Rhamdia voulezi, Pimelodus britskii, Astyanax gymnodontus e Steindachneridion melanodermatum; e as espécies dourado (Salminus brasiliensis), suruvi (Steindachneridion scriptum) e piracanjuba (Brycon orbygnianus) no Rio Uruguai.

Objetivos

Criar um banco de sêmen criopreservado das espécies selecionadas, possibili¬tando a reprodução in vitro e a formação de um banco genético;

Realizar a soltura de peixes das espécies selecionadas, contribuindo para o aumento das populações nas regiões dos Rios Iguaçu e Uruguai;

Apresentar técnicas de piscicultura com peixes locais aos produtores rurais, como forma de gerar renda, além de evitar a introdução de espécies exóticas;

Realizar atividades de educação ambiental voltadas à comunidade, a fim de combater a pesca predatória e a poluição dos rios;

Formar recursos humanos especializados na reprodução de espécies endêmi¬cas e na utilização dessas espécies na piscicultura;

Case em números

mais de

R$1 milhão

investidos

mais de

250 mil peixes

colocados nos rios

em média de

30 eventos de soltura

com participação da comunidade

Resultados

Redução do declínio das espécies estudadas;

Mitigação das ameaças a essas espécies;

Envolvimento da população local na conservação da biodiversidade.

Conheça outros projetos realizados pela ENGIE