Compromisso com a Descarbonização - ENGIE Brasil

Redução de emissão de GEE

A ENGIE possui o objetivo e o compromisso de aperfeiçoar as suas ações e estratégias para reduzir as suas emissões de GEE e para adaptar as suas práticas e processos a um cenário de transição energética frente às mudanças do clima.

A empresa tem mais de 90% de sua capacidade instalada no Brasil proveniente de fontes limpas e renováveis, como eólica, solar, biomassa e hidráulica, e sempre avançou na expansão da matriz renovável, desde sua entrada no mercado brasileiro, em 1996.

Além disso, no pilar de Descarbonização, existe uma perspectiva de alienação dos ativos do Complexo Termelétrico Jorge Lacerda (SC), em operação, e da Usina Termelétrica Pampa Sul (RS), em fase de implantação.

Nossos compromissos

O Grupo ENGIE tem dois objetivos não-financeiros relacionados diretamente às mudanças do clima, a serem atingidos até 2020:

ter mais de

25% do mix de energia

composto por fontes renováveis

Atingir uma redução de

20% nas emissões de CO₂

na geração de energia em comparação com 2012

Em 2017, o Grupo teve 23,1% de sua energia gerada a partir de fontes renováveis e alcançou uma redução de 18,1% nas suas emissões de CO₂ se comparado com 2012, quase alcançando as metas estabelecidas para 2020. Este excelente resultado reflete o desejo do Grupo de seguir uma trajetória de emissão compatível com o objetivo do Acordo de Paris de não exceder +2ºC até 2050.

No Brasil, a ENGIE colabora de forma efetiva para o cumprimento destes objetivos, em função da sua matriz predominantemente limpa e das iniciativas em curso para a redução das emissões de CO₂ de suas atividades (descarbonização do portfólio, ampliação da eficiência energética, redução do consumo de combustíveis fósseis, dentre outras).

Em 2018, pelo terceiro ano consecutivo, a ENGIE ingressou na “Lista A” do Carbon Disclosure Program (CDP), que reconhece as empresas líderes por sua estratégia e suas ações no combate às mudanças climáticas.

“A ENGIE tem como meta liderar o processo global de transição energética para uma economia de baixo carbono, atuando muito próxima das necessidades energéticas de nossos clientes e promovendo o desenvolvimento harmonioso.” Maurício Bahr - Presidente da ENGIE Brasil

“Everybody’s talking about the energy transition. We’re doing it.” Isabelle Kocher - CEO da ENGIE

Além disso, o Grupo integra diversas outras iniciativas com foco nas mudanças do clima e na transição energética, como:

Projetos de energia renovável como vetores do Desenvolvimento Sustentável

A transição energética e o desenvolvimento de projetos de geração de energia renovável são vetores de promoção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), principalmente em regiões desfavorecidas no país, onde os recursos de energia solar, eólica, biomassa e hídrica são abundantes.

Além do compromisso da ENGIE em mitigar as mudanças climáticas com a implantação de projetos de geração de energia limpa e renovável, a empresa desenvolve uma série de programas socioambientais e parcerias com o objetivo de ampliar os impactos positivos e os benefícios para o meio ambiente e para a população no entorno dos projetos, contribuindo para os ODS estabelecidos pelas Nações Unidas.

Responsabilidade Social