Promover o acesso à energia através de uma abordagem de investimento de impacto

O acesso à energia limpa é um desafio global, que se configura como um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ODS 7). Segundo a ONU, “1,3 bilhão de pessoas – uma em cada cinco, globalmente – ainda não têm acesso à eletricidade moderna”. Nesse contexto, o Rassembleurs d’Energies é um fundo de investimento corporativo da ENGIE de impacto social, promovendo o acesso à energia para melhorar vidas e gerar crescimento econômico sustentável. O Fundo contribui para reduzir a escassez energética de populações desfavorecidas, permitindo que tenham acesso a soluções de energia renovável. A ENGIE Rassembleurs d'Energies promove o empreendedorismo social, investindo em empresas com esse perfil, para ampliar a disponibilidade energética com eficiência, em bases economicamente sustentáveis e com benefícios nos campos social e ambiental. Atuando em projetos em vários países do mundo, o RdE tem um diversificado portfolio com investimentos em quatro continentes, com diferentes tecnologias de projetos de acesso à energia - como biogás, biomassa, painéis solares, micro e mini grids, e eficiência energética. A ENGIE Rassembleurs d’Energies é uma iniciativa aberta, que reúne os conhecimentos e soluções da atuação mundial da ENGIE e a contribuição de múltiplos parceiros. A iniciativa vem criando novas abordagens para melhorar as condições de vida de milhões de pessoas. Para mais informações, acesse aqui a página do Rassembleurs d’Energies.

Critérios de investimento do Rassembleur d'Energies

Relevância da solução: qualidade do produto ou serviço, acesso a soluções de energia limpa, reprodutibilidade do modelo financeiro, qualidade da estrutura organizacional e administrativa, condições de mercado, economicamente sustentável;

Desempenho social: número de beneficiários, criação de emprego local, redução de riscos à saúde, melhoria da educação, acesso a modernas tecnologias de informação e comunicação, maior autossuficiência da comunidade.

Empreendedor com missão social: com foco em empreendedorismo social, cumprindo padrões e princípios internacionais éticos.

Desempenho ambiental: redução das emissões de CO2, combate ao desmatamento, substituição de combustíveis fósseis, presença de uma estrutura de reciclagem, proteção da biodiversidade, melhorias no desempenho energético doméstico.

Valor financeiro e maturidade do projeto: Envolvimento em todos os estágios de maturidade da empresa (início, startup, desenvolvimento e crescimento) e viabilidade financeira.

Sinergias com a ENGIE: envolvimento de Unidades de Negócio da ENGIE e entidades locais, experimentação de novos modelos de negócio.

Como é feito o investimento solidário do Rassembleur d'Energies

Participação no capital (equity ou quasi-equity);

Financiamento híbrido (subsídios, capital);

Montantes investidos: entre € 100.000 e € 1 milhão, em valor médio de € 300.000;

Período médio de investimento: 5-7 anos;

Participação minoritária (<40%);

Representação em órgãos de governança;

Mobilização de competências da ENGIE para análise de projetos de investimento, acompanhamento e apoio ao empreendedor durante o período de investimento;

Análise da viabilidade dos projetos pelo Comitê 4 vezes / ano e avaliação dos órgãos de governança corporativa da ENGIE.